Arquivo da tag: marcas

Waze cria ferramenta que mostra marcas favoritas durante trajeto

Waze cria ferramenta que mostra marcas favoritas durante trajeto

Na próxima vez que você usar o seu Waze enquanto dirige, ele vai lhe dizer onde está o McDonald’s mais fácil de parar para uma boquinha.

O Waze lançou a ferramenta “Favorite Brands”, que permite que o usuário selecione suas marcas prediletas e possa visualizá-las no mapa no aplicativo.

A funcionalidade foi inaugurada, no Brasil, em parceria com o McDonald’s.

Em breve, outras marcas chegarão ao Waze e poderão ser adicionadas pelos usuários em seus trajetos.

Os usuários podem adicionar pins em suas rotas, marcando lojas e estabelecimentos prediletos. Também terão a opção de serem lembrados quando alguma loja estiver nas proximidades.

A ferramenta, assim, trabalha em duas vias: promove uma marca, com seu nome e logo aparecendo no app; ao mesmo tempo, é uma funcionalidade útil ao usuário e controlada por ele. Não é propaganda intrusiva ou vazia de sentido.

Junto com o “Favorite Brands”, haverá o “Zero-Speed Takeover Units”: quando o carro estiver parado, um anúncio personalizado da marca aparecerá na tela, como se fosse um outdoor.

Leia mais…

Samsung publica anúncio de desculpas por falha do Galaxy Note 7

Samsung publica anúncio de desculpas por falha do Galaxy Note 7

Um anúncio sem cor ou imagens impactantes. Sem frases de efeito ou sacadas inteligentes.

O anúncio de página inteira publicado pela Samsung ontem (7), nos principais jornais americanos, é um longo texto de desculpas e culpa.

Publicado no The New York Times, no The Wall Street Journal e no The Washington Post, o anúncio é um texto em inglês assinado por Gregory Lee, presidente e CEO da Samsung na América do Norte.

A marca direcionou a carta aos consumidores americanos.

O texto pede desculpas pela descontinuação do Galaxy Note 7, tirado de circulação após os inúmeros casos de aparelhos que explodiam por algum defeito misterioso.

A crise na Samsung foi tão grande com o smartphone que levá-lo em um voo nos EUA passou a ser ilegal.

Em agosto, quando foi lançado, os casos de aquecimento excessivo começaram a aparecer. Em setembro, milhões de aparelhos passaram por recall. Em outubro, a marca viu que não havia mais o que fazer, já que até os aparelhos substituídos continuavam a pegar fogo e colocar em risco a segurança dos clientes.

“Um importante princípio da nossa missão é oferecer segurança de primeira qualidade. Recentemente, falhamos nessa promessa. Por isso, nos desculpamos sinceramente. Nós iremos reexaminar cada aspecto do aparelho, incluindo todo hardware, software, processo de manufatura e a estrutura da bateria. Nós vamos fazer isso o mais rápido possível, mas obter as respostas corretas tomará um tempo necessário”, diz o texto.

A Samsung  ainda completa: “Vamos ouvir vocês e aprender a partir desse caso de uma maneira que nos permita ganhar a confiança de vocês novamente. Somos agradecidos pelo apoio que temos recebido e, novamente, pedimos a vocês sinceras desculpas”.

Leia mais…

Adidas lança seu primeiro tênis feito por robôs

Adidas lança seu primeiro tênis feito por robôs

Um tênis feito totalmente (quer dizer, quase) por robôs.

Esse é o Adidas Futurecraft M.F.G., primeiro do tipo.

O lançamento da Adidas inaugurou o uso de sua nova fábrica robotizada na Alemanha, a Speed Factory.

Quase todo o processo de confecção é robotizado. As principais partes do calçado são feitas por robôs.

A intervenção humana ainda existe em alguns detalhes.

“Desenhado para ter o encaixe perfeito, o Adidas Futurecraft M.F.G. representa o primeiro tênis de alta performance a ser feito na Speed Factory, inaugurando uma nova era no mundo dos calçados. Bem-vindo ao futuro”, disse a marca em seu anúncio oficial.

A marca pretende criar diversas outras fábricas do tipo, robotizadas. Assim, eliminaria aos poucos as manufaturas que ainda usa em larga escala em países asiáticos, como a China.

Dessas fábricas, feitos à mão, vêm cerca de 300 milhões de tênis por ano. É muito mais do que a Adidas pretende conseguir produzir via robôs até 2018: um milhão de pares.

A ideia da marca é, agora, fabricar apenas 500 protótipos de tênis nessa primeira fábrica, como teste.

Depois, haveria uma expansão gradual do método robótico de fabricação. A próxima fábrica do tipo seria em Atlanta, nos EUA, com inauguração prevista para 2017.

Leia mais…