Arquivo da tag: Rússia

Contra o machismo, Nike mostra do que as russas são feitas

Contra o machismo, Nike mostra do que as russas são feitas

O machismo oprime as mulheres em todo o mundo, mas em um país como a Rússia em que a violência doméstica é despenalizada ele oprime mais.

Para exaltar e valorizar as russas, a nova campanha da Nike utiliza a tradicional música clássica tocada em portentosos teatros para mostrar do que as mulheres são feitas.

No filme, uma garota canta para um seleto público a canção infantil “What are our boys and girls made of?”. A apresentação segue normalmente, até a menina mudar a música original e dizer que mulheres não são feitas de sinos e flores, mas de garra, força e determinação.

Nesse momento, atletas de patinação, ginástica olímpica, skate e futebol saem da plateia para encorajar a jovem cantora.

Além do vídeo, a marca criou uma série de atividades esportivas e culturais para as moradoras de Moscou.

Leia mais…

Anúncio quer quebrar estigma contra homens que curtem drinks

Anúncio quer quebrar estigma contra homens que curtem drinks

Você, provavelmente, já viu esse tipo de preconceito por aí.

Um homem pede um drink (com cores, frutas e talvez um canudo) no bar e vira alvo de piadas.

Afinal, “homem de verdade só bebe cerveja”.

Primeiro: a afirmação acima está equivocada em diversos níveis.

Segundo: a marca Stoli resolveu combater tal estigma em sua nova campanha.

A marca russa fabrica bebidas como as Stoli de Cranberry e Citrus e também a famosa vodka Stolichnaya.

Em seus novos comerciais, que usam o mote “Stoli: é hora de beber o que você quer”, o bom humor é usado para mostrar que homens podem pedir à vontade esses drinks.

Claro que, nos comerciais, os drinks obrigatoriamente levam as misturas Stoli. Mas o recado está dado.

Leia mais…

Coca-Cola causa ira na Ucrânia e na Rússia após campanha

Coca-Cola causa ira na Ucrânia e na Rússia após campanha

Sem perceber que estava entrando no perigoso território do nacionalismo e da diplomacia, a Coca-Cola errou feio em uma campanha de Natal e Ano-Novo na Rússia e na Ucrânia.

Primeiro, a marca colocou em seu anúncio um mapa da Rússia, mas não incluiu a região da Crimeia – que pertence à Ucrânia.

Após reclamações dos russos nas redes sociais, a marca alterou a imagem e incluiu a Crimeia como território sob comando de Moscou.

A marca ainda pediu desculpas pelo “erro”.

Então foi a fez dos ucranianos se revoltarem com a Coca-Cola e começarem campanha contra  a marca.

Todo esse problema remete ao conflito bélico que se desenrola na região desde 2014, quando Putin anexou a Crimeia, dizendo que era um território russo.

União Europeia e EUA, contudo, não reconhecem o poder russo e continuam defendendo que a Crimeia é ucraniana.

Na Ucrânia, políticos, consumidores e personalidades começaram a usar a hashtag #BanCocaCola em protesto à marca.

Até a embaixada da Ucrânia em Washington (EUA) se manifestou e demonstrou descorforto com a “contradição”. Afinal, os EUA não reconhecem a decisão russa.

Ontem (6), a marca decidiu apagar o post, para evitar mais problemas.

Segundo a Coca-Cola, a alteração na imagem foi feita pela agência de publicidade russa, sem consentimento do escritório americano.

Leia mais…